:::::::: Cordas e Retalhos ::::::::


Seja Bem-Vindo ao Blog do Cordas e Retalhos

                      
História::

 BLOCO CARNAVALESCO LÍRICO CORDAS E RETALHOS

Fundado em 1998

 

 

      O Bloco Carnavalesco Lírico Cordas e Retalhos foi  fundado em 1998 e participou pela primeira vez do Carnaval em 1999, no Encontro de Blocos do Recife Antigo e em Olinda.  A  sugestão para o nome e a composição que se tornou o hino do bloco são de autoria da professora e psicóloga Conceição Rocha. As cores oficias, vermelho e branco, foram escolhidas por votação.

     Seguindo a tradição, o bloco foi denominado BLOCO CARNAVALESCO MISTO CORDAS E RETALHOS. O termo “misto”, que remonta à origem desse tipo de agremiação no Recife, indica a presença feminina nos cordões, uma novidade naquela época, pelo menos nos desfiles de rua.  As “cordas” são uma referência aos instrumentos que compõem a nossa orquestra, caracteristicamente chamada de Pau e Corda (violões, banjos, cavaquinhos, bandolins, além dos instrumentos de sopro e percussão e das vozes do coro feminino). E, finalmente, os “Retalhos” fazem referência à multiplicidade de formas, cores, sensações e sentimentos que afloram no carnaval (metáfora usada por compositores como Levino Ferreira, em “Retalhos de Saudade”; e Romero Amorim, em “Retalhos de Felicidade”, composta em homenagem ao bloco, gravada em CD pela Fundação de Cultura do Recife e  lançada para o Carnaval de  2001).

      A partir de 2001, o Cordas e Retalhos passou a se denominar BLOCO CARNAVALESCO LÍRICO CORDAS E RETALHOS, por entendermos que a denominação  expressa mais apropriadamente as características dos blocos e da sua música. Para explicar a mudança do nome, o  professor Julio Vila Nova escreveu um artigo (“Bloco Lírico”) publicado no Jornal do Commercio (24/02/2001).

       Em março de 2002, o  Cordas e Retalhos deu início, na Várzea, à série dos Encontros Itinerantes de Confraternização dos Blocos Líricos, ocorridos mensalmente durante todo o ano de 2002 e parte de 2003, em diversos locais do Recife e de cidades vizinhas.

       Em dezembro de 2002 foi lançado o primeiro CD  do  Cordas e Retalhos, gravado sob a direção musical do grande maestro, compositor e arranjador Edson Rodrigues, em parceria com Hamilton Florentino, compositor, arranjador e artista plástico do bloco.  O repertório inclui 14 canções até então inéditas, de músicos da própria orquestra e de outros compositores, como Romero Amorim, Bráulio e Fátima de Castro, Alcides Vespaziano, Fred Monteiro, Nuca, João Araújo, Ely Madureira e Inaldo Moreira.



Escrito por Cordas e Retalhos às 21h38
[   ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]




 
Histórico
  05/03/2006 a 11/03/2006
  19/02/2006 a 25/02/2006
  12/02/2006 a 18/02/2006
  05/02/2006 a 11/02/2006


Outros sites
  UOL - O melhor conteúdo
  BOL - E-mail grátis
Votação
  Dê uma nota para meu blog